Brasil Novo e Ulianópolis renovam pacto contra o desmatamento no Estado

Os municípios paraenses seguem envolvidos na renovação dos pactos contra o desmatamento, uma das sete metas estabelecidas pelo Programa Municípios Verdes (PMV), do Governo do Estado. Nesta terça-feira (26), Brasil Novo, no sudoeste do Pará, reuniu dezenas de pessoas no auditório da prefeitura, onde foi firmado novamente o compromisso com a sustentabilidade das atividades do […]

Os municípios paraenses seguem envolvidos na renovação dos pactos contra o desmatamento, uma das sete metas estabelecidas pelo Programa Municípios Verdes (PMV), do Governo do Estado. Nesta terça-feira (26), Brasil Novo, no sudoeste do Pará, reuniu dezenas de pessoas no auditório da prefeitura, onde foi firmado novamente o compromisso com a sustentabilidade das atividades do setor produtivo.

Participaram da reunião representantes de organizações governamentais e não governamentais (ONGs), como o secretário de meio ambiente de Dom Eliseu, Edilberto Poggi, que expôs as experiências vividas pela gestão do município; e Amintas Brandão, do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que falou sobre a implementação do Sistema Integrado da Gestão Ambiental Municipal (Sigam), ferramenta que garante a transparência e a integração da gestão municipal.

Incentivador atuante desta agenda, ao lado da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), o PMV foi representado no encontro pelo secretário extraordinário do programa, Justiniano Netto, que reforçou a importância do protagonismo dos municípios na gestão do meio ambiente. “Para nós, ver as secretarias municipais de meio ambiente envolvidas com o avanço da agenda da sustentabilidade é sempre gratificante. E a gente segue junto, fortalecendo a autonomia da gestão”.

Com a repactuação, o município segue trabalhando nas metas do PMV e busca ainda estabelecer novos objetivos para superar as dificuldades existentes na gestão municipal do meio ambiente. Para a prefeita de Brasil Novo, Marina Sperotto, a renovação do pacto é uma grande conquista importante para o município, que cumpriu todas as metas do PMV e recebeu o título de Município Verde no ano passado.

“Isso é bom para o município e até para a nossa região, pois vários secretários vêm aqui para as reuniões, trocam experiências”, afirma. Sobre a mudança neste paradigma ambiental, ela lembrou: “No começo foi difícil, mas tivemos o apoio da comunidade, que contribuiu para avançar no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Hoje eles já procuram para fazer o CAR, e temos uma equipe estruturada para dar informações”, concluiu.

Nesta quarta-feira (27), o PMV segue para Ulianópolis, que também fará a renovação do pacto contra o desmatamento. A gestão local, certificada como Município Verde, trabalha para aumentar a regularização ambiental e encontrar novos caminhos para o desenvolvimento sustentável da região. Em 2016, as secretarias municipais de meio ambiente de Dom Eliseu, Rurópolis, Rondon do Pará e Abaetetuba já formalizaram a renovação do pacto contra o desmatamento. Abaetetuba, que já tem quase 60% das áreas cadastráveis inseridas no CAR, se aproxima de receber o título de Município Verde.