Seminário discute ações de combate ao desmatamento ilegal

Nesta terça-feira (2), o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) e o Programa Municípios Verdes (PMV) promovem em Belém o “Seminário Desenvolvimento Sustentável e Redução do Desmatamento em São Félix do Xingu-PA”, voltado para lideranças do município e da região sul do Pará, e representantes de órgãos governamentais. O evento tem como objetivo discutir e criar […]

Nesta terça-feira (2), o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) e o Programa Municípios Verdes (PMV) promovem em Belém o “Seminário Desenvolvimento Sustentável e Redução do Desmatamento em São Félix do Xingu-PA”, voltado para lideranças do município e da região sul do Pará, e representantes de órgãos governamentais. O evento tem como objetivo discutir e criar sólidas parcerias com órgãos públicos para fortalecer aa agenda socioambiental no município, localizado no sudeste do Estado.

Os últimos dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), divulgados pelo Imazon, apontam São Félix do Xingu como o segundo na lista dos municípios que mais desmataram em julho de 2014, com 26,5 quilômetros quadrados de área comprometida. O seminário será um espaço para debater, articular e coordenar ações conjuntas entre sociedade civil e governos, visando enfrentar o desmatamento.

No seminário deverão ser discutidos arranjos e acordos que facilitem o cumprimento das obrigações previstas no Pacto Municipal Pelo Fim do Desmatamento Ilegal, assinado em 2010, em São Félix do Xingu. Entre as obrigações do pacto estão o ordenamento territorial (titulação das propriedades), a disponibilização de linhas de crédito para agricultura familiar (sem burocracia nos bancos) e infraestrutura (estradas, pontes e luz). As reivindicações foram consideradas indispensáveis para que houvesse uma mudança no panorama socioambiental do município, e tem como fonte uma série de audiências públicas na sede do município e em 10 localidades, das quais participaram aproximadamente 1.600 pessoas, a maioria agricultores familiares e assentados.

Fundo sustentável – Mesmo com números desfavoráveis, a parceria de diversas instituições em São Félix é um indicativo de como as mudanças podem ocorrer. O Fundo Xingu Sustentável surgiu no âmbito do Projeto Xingu Ambiente Sustentável (XAS), coordenado pelo IEB e Associação para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Alto Xingu (Adafax). A iniciativa estimulou a criação de alternativas produtivas sustentáveis, que reforçam o processo de transição agroecológica de São Félix do Xingu. Mais de 200 famílias já foram beneficiadas pela ação, através de financiamento e capacitações. Uma das entidades parceiras foi a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), do Governo do Estado.

Data da Pauta: 02/09/2014 08:00:00
Expira em: 02/09/2014 18:00:00
Local: Auditório do IEL, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa)
Endereço: Travessa Quintino Bocaiúva, 1588, Bairro Nazaré, Belém
Contatos: Lucas Filho (91) 9100-1122 / Juliana Lima (91) 8122-0902 / Raphael Pacheco (91) 9231-2497